Publicado em:quinta-feira, 13 de julho de 2017
Postado por Josimar Nunes

Paciente relata rápida cicatrização de queimadura com uso de pele de tilápia

"Quando retirei a pele de tilápia, a queimadura já estava praticamente sarada e só precisei usar uma pomada para concluir o processo de cicatrização. Hoje, a cicatriz está bem clarinha e uso apenas um protetor solar e um creme hidratante." O relato é da microempresária Aline Joca, que fez uso da pele de tilápia por apenas seis dias, após ter parte da barriga queimada com água quente.

Em um tratamento convencional, o tempo de cicatrização seria três vezes maior, com trocas diárias de curativos, o que proporciona dor e utilização de remédios para evitar contaminação. "A pele da tilápia tem três fatores importantes no processo de cicatrização de uma ferida: a grande quantidade de colágeno tipo 1, que é uma proteína importante na cicatrização; a distensibilidade, pois ela é muito elástica; e o grau de umidade", explica o médico Edmar Maciel, coordenador da pesquisa.

Segundo ele, a pele da tilápia é um curativo biológico temporário que fecha a ferida "evitando a contaminação de fora para dentro, a desidratação e as trocas diárias de curativos".

Diversificação das áreas
Mas não é só no tratamento de queimaduras que a pele pode ser utilizada. "A pesquisa agora vai se concentrar também em outras áreas, como a urologia, a odontologia, a otorrinolaringologia, e a área de feridas nos pés diabéticos, nas úlceras varicosas e na ginecologia, como foi feito pelo grupo da Maternidade-Escola [Assis Chateaubriand], na reconstrução de vagina – com sucesso – em duas pacientes', explica.

Nesta quinta-feira (13), a Universidade Federal do Ceará inaugura em Fortaleza o primeiro banco de pele de tilápia do país. Iniciada em 2015, a pesquisa do curativo com base em animais aquáticos é inédito no mundo, segundo os pesquisadores.
Apesar da criação do banco, o material ainda é exclusivo para a pesquisa científica. "Essa produção daqui é exclusivamente para a pesquisa. Mil lotes – que estão prontos no banco – é uma quantidade muito pequena e a produção industrial é gigantesca, para que possa atender à demanda", explica Edmar Maciel.


*G1

Postado por Josimar Nunes on 15:37. Tópicos .

0 comentários for "Paciente relata rápida cicatrização de queimadura com uso de pele de tilápia"

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

Mural de recados

ANUNCIE CONOSCO

ANUNCIE CONOSCO
Farmácia Leve Mais

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA