Publicado em:terça-feira, 25 de julho de 2017
Postado por Paula Nunys

Câncer: meia do Flamengo revela tumor no testículo


O Flamengo convocou uma entrevista coletiva às pressas para esta terça-feira pela manhã, no Rio, onde o meia Ederson confirmou que foi diagnosticado com um tumor no testículo. O sério problema de saúde foi descoberto após o jogador ser reprovado em um exame antidoping, que detectou índices maiores do que os normais da substância HCG, hormônio que em altas quantidades em homens podem indicam câncer de testículo.
 
O médico do Flamengo, Márcio Tannure, também esteve presente à entrevista coletiva ao lado de Ederson, que também foi acompanhado neste encontro com os jornalistas pelo presidente rubro-negro Eduardo Bandeira de Mello e pelo diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano. E Tannure confirmou que o jogador precisará ser submetido a uma cirurgia para remoção do tumor.
 
"O atleta teve resultado analítico adverso positivo para doping. A gente suspeitou que pudesse, por todo histórico do atleta, com toda a confiança que a gente tem nele, que isso pudesse ser patologia do atleta. Porque desse resultado analítico adverso. Descobrimos que o atleta tem tumor no testículo", afirmou o médico, esclarecendo também que neste momento não é possível prever um tempo estimado de afastamento do meio-campista dos gramados durante o período de tratamento.

"Não gostaria de dar nenhuma previsão. Tratamento é cirúrgico, para retirada dessa lesão. Vai acontecer até o fim da semana, terminando os exames. Após a cirurgia, vai ser detectado a gravidade e vamos poder dar parecer", explicou, para depois reforçar que existe a possibilidade de o atleta ser submetido a uma quimioterapia contra o câncer. "Vai depender da biópsia para ver se existe a possibilidade de quimioterapia. Independentemente disso, prognóstico final é bom de recuperação" completou.
 
TRISTEZA E OTIMISMO - Pouco antes de Tannure confirmar que o tratamento será cirúrgico, Ederson, emocionado, não escondeu o abatimento com o problema de saúde que o acomete, mas exibiu otimismo ao projetar o tratamento e a cura do câncer. "Nesse momento é até difícil de ter palavras, me impactou muito. Mas agora sabendo de tudo, como doutor explicou, estou triste por essa notícia. Porém, estou muito tranquilo, ciente dos dias que virão pela frente. Sei que vai ser só mais uma batalha na minha vida. Pensamento positivo, quero agradecer a todos, da comissão, do clube. Fiz questão de reunir e explicar para eles", afirmou o meia, que aposta que poderá retornar aos gramados normalmente em um futuro próximo: "Vou vencer mais essa batalha e continuar fazendo o que mais gosto, que é jogar futebol".
 
Ederson ainda ressaltou que ficou feliz com o fato de poder ter descoberto a doença por meio dos exames antidoping, revelando que foi reprovado em mais de um teste nos últimos tempos por causa do problema que apenas agora pôde ser revelado.

"Obrigado a todos pela solidariedade. É muito difícil receber essa notícia porque ninguém espera isso. Deus não dá passo maior do que você pode suportar. Sou até grato por aquilo que aconteceu porque já tenho 16 anos de carreira profissional. Nunca tinha acontecido de cair no doping três vezes seguidas. Isso quer dizer que Deus é bom e deu tempo de resolver esse problema de melhor maneira", ressaltou.
 
Ederson testou positivo para doping nos exames que fez após os jogos contra Atlético-MG e Atlético-GO, respectivamente nos dias 13 e 20 de maio, pelo Brasileirão, e também foi submetido a um exame após partida contra o San Lorenzo, pela Copa Libertadores, que ainda não teve resultado divulgado, mas que o próprio atleta já adiantou que apontou resultado analítico, provocado pelo seu problema de saúde.
 
Bandeira de Mello, por sua vez, exibiu otimismo de que o tratamento será um sucesso e de que "muito em breve" o Flamengo poderá voltar a contar com o futebol de Ederson. "Tenho certeza absoluta de que o resultado final vai ser positivo, que tudo vai dar certo. Que o Ederson muito em breve vai estar voltando a vestir a camisa do Flamengo. Queria deixar claro que o Flamengo vai dar apoio total a ele", ressaltou o dirigente, para depois enfatizar que tinha "confiança total no jogador" após o mesmo ter sido reprovado em seus últimos exames antidoping.
 
"Deixamos claro para ele que era inocente e que daríamos todo apoio. Com desenvolvimento do assunto vimos que é inocente em doping, mas tem questão médica que vai ser resolvida. Vai ter todo nosso apoio. O Fla vai ter mais um motivo para jogar em homenagem ao companheiro, que vai estar torcendo (fora de campo durante seu tratamento). Que vai ter recuperação plena e rápida" reforçou.
 
SANTOS MANIFESTA APOIO - Rival do Flamengo nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, no duelo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, o Santos também já se manifestou nesta terça para expressar seu apoio a Ederson.
 
"A nação santista também está com vocês, @Flamengo! Você vai vencer essa luta, @ederson! #ForçaEderson", escreveu o clube em sua página na rede social Twitter.
 
O time flamenguista derrotou a equipe santista por 2 a 0 no duelo de ida do mata-mata, no Rio, e agora poderá avançar às semifinais até com uma derrota por um gol de diferença na Vila Belmiro.

Diário do Nordeste 

Postado por Paula Nunys on 16:28. Tópicos .

0 comentários for "Câncer: meia do Flamengo revela tumor no testículo"

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

Mural de recados

ANUNCIE CONOSCO

ANUNCIE CONOSCO
Farmácia Leve Mais

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA