Publicado em:quarta-feira, 7 de junho de 2017
Postado por Josimar Nunes

Justiça determina prisão e perda de mandato de vereadora mais votada em Maranguape

A Justiça Eleitoral determinou a perda de mandato e dois anos de prisão em regime fechado da vereadora mais votada do município de Maranguape, Maria Alana Lima da Silva, 24. De acordo com o Ministério Público, Alana prestou declarações falsas em seu registro de candidatura deferido, declarando que era “estudante, bolsista, estagiária e assemelhados” no campo profissão.

De acordo com o processo, a acusada tinha vínculo com a Câmara Municipal de Maranguape entre os meses de janeiro a setembro do ano passado, ‘colocando em descrédito todo o sistema eleitoral, pois conseguiu se eleger ao cargo de vereadora, beneficiando-se do seu ilícito’, descreve.

Além de perder o mandato e cumprir pena de 02 anos de reclusão, a vereadora ainda terá que pagar sete dias multa, equivalente a dois salários mínimos vigente à época do fato, “atendendo à situação econômica da ré, que deverá ser paga dentro de 10 dias após o trânsito em julgado da presente sentença”, registra a Justiça Eleitoral.

Postado por Josimar Nunes on 12:02. Tópicos .

0 comentários for "Justiça determina prisão e perda de mandato de vereadora mais votada em Maranguape"

PARABÉNS UMIRIM

PARABÉNS UMIRIM

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

Mural de recados

ANUNCIE CONOSCO

ANUNCIE CONOSCO
Farmácia Leve Mais

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA