Publicado em:terça-feira, 23 de maio de 2017
Postado por Josimar Nunes

Oposição protocola pedido de impeachment de Camilo Santana

Deputados integrantes da oposição ao governador Camilo Santana (PT) protocolaram, nesta terça-feira (23), pedido de impeachment do chefe do executivo estadual por crime de responsabilidade.
A denúncia foi feita junto à presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, tendo como base a delação do executivo da JBS Wesley Batista.
Para Camilo Santana, a ação é oportunista e busca tirar vantagem política. “Essa ação tem o objetivo claro de se aproveitar do momento instável vivido pelo país para tentar tirar vantagem política. Isso é oportunismo puro e não vou entrar nesse jogo”, disse o governador Camilo Santana.
Em conversa com internautas no Facebook, o governador declarou ainda que "esse é um momento que ninguém pode pré-julgar ou condenar ninguém por antecipação, só quem pode fazer isso é a Justiça".
Ele também disse que não tem “nada para esconder de ninguém” e que o portal da transparência do Ceará é primeiro lugar no ranking da transparência. “É obrigação do Governo prestar conta de cada centavo que entrar no governo e o que está saindo”, finalizou.
O líder da oposição na Assembleia, deputado Capitão Wagner (PR), assina o pedido de impeachment. Antes da apresentação, o parlamentar organizou uma reunião no seu gabinete no início da manhã  desta terça (23), na qual estiveram presentes os deputados e deputadas:
- Odilon Aguiar (PMB);
- Leonardo Araújo (PMDB);
- Roberto Mesquita (PSD); 
- Fernanda Pessoa (PR); 
- As assessorias dos deputados Heitor Férrer (PSB) e Carlos Matos (PSDB). 
Segundo o empresário Wesley Batista, o ex-governador Cid Gomes foi pessoalmente ao escritório do grupo, em São Paulo, e solicitou uma contribuição de R$ 20 milhões à campanha de 2014, cujo vencedor do pleito foi o atual governador.
Alguns dias depois, Cid teria enviado o deputado federal Antônio Balhmann (PROS-CE) e o atual secretário de Turismo do Estado, Arialdo Pinho, com uma proposta de abater os R$ 20 milhões soliciados no valor devido em restituições do ICMS, algo que foi aceito pelo empresário.
Diante das declarações, o secretário de Turismo emitiu nota em que afirma ser imprudência rebater as acusações e que reserva-se ao direito de responder apenas ao que eu tiver conhecimento preciso.
Confira a nota na íntegra:
"Não existe contra mim nenhum procedimento formal de investigação ou acusação em processo judicial. A citação ao meu nome foi feita, até o presente momento, em uma delação, que são palavras. Como muitas outras delações já aconteceram no País, sem provas e com forte cunho político. Essa delação foi noticiada pela imprensa, a única fonte de informação até o momento. Por isso, seria, como de fato é, uma imprudência rebater essa acusação que ensaiam contra mim sem um conhecimento pleno do que existe e foi apurado. Por essa razão, reservo-me no direito de responder apenas ao que eu tiver conhecimento preciso. Não se faz acusação nem defesa senão na certeza dos fatos e na plenitude do conhecimento".

Fonte: Diário do Nordeste

Postado por Josimar Nunes on 19:02. Tópicos , .

0 comentários for "Oposição protocola pedido de impeachment de Camilo Santana"

PARABÉNS UMIRIM

PARABÉNS UMIRIM

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

Mural de recados

ANUNCIE CONOSCO

ANUNCIE CONOSCO
Farmácia Leve Mais

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA