Publicado em:quinta-feira, 20 de abril de 2017
Postado por Josimar Nunes

Onda de ataques em Fortaleza é 'terrorismo', diz Camilo Santana

O governador do Ceará, Camilo Santana, classificou como terrorismo a onda de ataques a ônibus e prédios públicos ocorridos nos últimos dois dias, quarta (19) e quinta-feira (20), na Grande Fortaleza. Segundo Camilo Santana, onze envolvidos nos crimes foram presos e o policiamento na cidade foi reforçado, inclusive com a atuação de policiais que estavam de folga e precisaram voltar ao trabalho. Ao todo, 22 ônibus, três delegacias e uma agência bancária foram atacados.

“O que está acontecendo é terrorismo e isso vai ser combatido. Estamos com o comando nas ruas comandando todas as ações desde ontem. Estamos com um grande efetivo nas áreas dos ataques, com o aumento do policiamento e com a presença das forças especiais do Raio e Choque. Nossa grande preocupação é a população”, destacou Camilo.

Sobre as motivações dos ataques, Camilo Santana apontou que trata-se de uma represália a ações adotadas pelo Governo Estadual na área da Segurança Pública. Apesar de não detalhar as ações, o governador disse que “o trabalho da polícia vem incomodando a criminalidade”.

Transferências de presos e mudanças nos presídios também foram apontadas como causa dos ataques. Uma carta deixada no local de um dos incêndios como sendo motivação para os ataques. A Secretaria da Segurança não confirmou relação com problemas em presídios e diz que as motivações estão sendo investigadas.

“Até agora já foram 11 pessoas presas. O que eu tenho colocado é que isso é uma reação às ações da polícia. A polícia está incomodando pela força maior que o estado está fazendo para combater a criminalidade. E isso não vai intimidar o Estado nem a Secretaria da Segurança Pública. Quem tem a força é o Estado. Criminosos têm que estar na cadeia”, afirmou.

Plano de segurança
Camilo Santana acrescentou que foram realizadas reuniões com representantes da Segurança Pública, órgãos da Prefeitura de Fortaleza e sindicato das empresas de ônibus para estabelecer um plano de segurança para realizar o acompanhamento das linhas do transporte público e evitar novos ataques. O chefe do executivo disse que, se necessário, poderá aumentar o policiamento nas ruas.

Uma das ações adotadas é que os ônibus de Fortaleza irão circular em comboios e com escolta policial a partir das 17h desta quinta-feira. De acordo com o Sindiônibus, não há previsão para o fim desta operação. Aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também estarão sobrevoando os principais bairros de Fortaleza com o objetivo de evitar novos ataques.

“Estamos com um grande efetivo nas áreas dos ataques, com o aumento do policiamento e a presença das forças especiais da polícia. Todas as ações necessárias para garantir o direito de ir e vir estamos fazendo.”

Por causa dos ataques, alguns simultâneos, os ônibus deixaram de circular durante a tarde desta quarta-feira; faculdades suspenderam aulas; muita gente ficou sem opção para voltar para casa, e o transporte alternativo cobra valores superfaturados.

Ataque a delegacias
À noite, prédios públicos passaram a ser alvos. Três delegacias sofreram ataques de criminosos na noite desta quarta-feira (19) e madrugada desta quinta-feira (20) na Grande Fortaleza. O primeiro ataque foi registrado, segundo a Polícia Militar, na Delegacia de Pajuçara. De acordo com a polícia, homens armados atiraram contra a vidraça da unidade. Ninguém ficou ferido. A polícia está investigando se foi o mesmo grupo que atacou uma agência bancária da Caixa Econômica Federal.

No 33º Distrito Policial no Bairro Goiabeiras, em Fortaleza, também houve ataque nessa madrugada. A polícia informou que quatro homens em duas motos disparam contra o distrito. A vidraça foi quebrada e o grupo conseguiu fugiu. Ninguém ficou ferido. A delegacia recebeu reforço da Polícia Militar.

E no 8º Distrito Policial, no Bairro José Walter, um carro foi incendiado. A polícia disse que dois homens chegaram e colocaram gasolina em um carro apreendido que estava estacionado no pátio. O veículo ficou destruído. Por sorte ninguém ficou ferido. O Corpo de Bombeiros foi chamado para apagar as chamas. Até a manhã desta quinta-feira, ninguém foi preso.

*G1

Postado por Josimar Nunes on 21:30. Tópicos .

0 comentários for "Onda de ataques em Fortaleza é 'terrorismo', diz Camilo Santana"

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

Mural de recados

ALUGA-SE CASA

ALUGA-SE CASA
No Centro de Umirim/Contato: (85) 9 9953-7507

ANUNCIE CONOSCO

ANUNCIE CONOSCO
Farmácia Leve Mais

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA