Publicado em:terça-feira, 29 de novembro de 2016
Postado por Josimar Nunes

Avião com o time da Chapecoense cai e mata 76


O voo fretado pela Chapecoense para levar o time catarinense para duelo contra o Atlético Nacional, em Medellín, na Colômbia, caiu antes de pousar. Uma possível pane elétrica teria causado a queda. Cinco sobreviventes foram levados para hospitais da região. Seriam 3 jogadores (goleiros Danilo e Follman e o lateral Alan Ruschel), o jornalista Rafael Henzel e a comissária boliviana Jimena Suárez. 
Um total de 25 corpos foram identificados e cinco pessoas foram resgatadas após o acidente do avião em que viajavam os jogadores da Chapecoense na segunda-feira à noite na Colômbia, informou o prefeito de La Ceja.
"Há cinco pessoas resgatadas e 25 cadáveres identificados em uma zona de acesso muito difícil", afirmou Elkin Osorio, prefeito de La Ceja, município próximo ao local da tragédia. 
"Conseguimos resgatar seis pessoas com vida, mas uma delas faleceu quando era levada para o hospital. Os demais faleceram", afirmou à imprensa o comandante da polícia metropolitana do Vale de Aburrá, José Gerardo Acevedo.
No voo estavam 81 pessoas, incluindo 72 passageiros e nove tripulantes. Segundo a imprensa local, a aeronave com o time catarinense perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília) e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.
Dos atletas, sobreviveram apenas os goleiros Danilo e Jackson Follmann e o lateral Alan Ruschel. Todo o restante morreu na tragédia. As vítimas do elenco são os laterais Giménez, Dener e Caramelo; os zagueiros Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os meio-campistas Josimar, Gil, Sérgio Manoel, Matheus Biteco, Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.
Alguns atletas não embarcaram com a delegação, como Neném, Hyoran, Martinucico, Nivaldo, Rafael Lima e Demerson, que não vinham sendo usados pelo técnico Caio Júnior, que também faleceu. O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, estava na lista de convidados do clube, mas não viajou.
Segundo informações da imprensa, o avião fretado, antes de cair, teria todo o combustível despejado para evitar explosão no impacto. A Chapecoense saiu de São Paulo para Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia de onde pegou o voo fretado que os levaria para Medellín, na Colômbia.
Com informações da AFP e G1.

Postado por Josimar Nunes on 07:49. Tópicos , .

0 comentários for "Avião com o time da Chapecoense cai e mata 76"

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

Mural de recados

ANUNCIE CONOSCO

ANUNCIE CONOSCO
Farmácia Leve Mais

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA