Publicado em:terça-feira, 6 de setembro de 2016
Postado por Josimar Nunes

Usando tornozeleira, Japonês da Federal volta a escoltar presos

A condenação de Newton Ishii, o agente da policial federal conhecido como Japonês da Federal, não foi suficiente para impedí-lo de continuar atuando em na escolta de presos da Lava-Jato. A diferença se dá num item a mais em sua farda: uma tornozeleira eletrônica, usada por quem cumpre pena de regime semiaberto. Foi desta forma que ele acompanhou o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, e o pecuarista José Carlos Bumlai, na segunda (5) e terça-feira (6), respectivamente.
Curiosamente, um condenado tem levado investigados à prisão.
Ishii foi condenado a uma pena de 4 anos e 2 meses no semiaberto harmonizado, quando deve estar em casa das 23h às 5h na semana e durante todo o fim de semana. Apesar de a PF ter divulgado que o Japonês ficaria atuando num cargo interno, o órgão informou ao portal G1 que ele também pode fazer trabalhos externos. No caso da condução de Bumlai, ele substituiu um funcionário que faltou.
A decisão da Justiça de impor a ele uma pena alternativa se deve à falta de de vagas no sistema penitenciário para o regime semiaberto tradicional e por ser Ishii réu é primário, não cometeu crime mediante violência ou ameaça grave e não possui outro fato que desabone a conduta do agente, segundo previsto no Código Penal.
Newton Ishii foi preso no último dia 7 de junho após investigações da Operação Sucuri, que identificou o envolvimento de agentes federais num esquema de contrabando pela fronteira do País.
DN

Postado por Josimar Nunes on 23:08. Tópicos .

0 comentários for "Usando tornozeleira, Japonês da Federal volta a escoltar presos"

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

TUPPERWARE

TUPPERWARE

Mural de recados

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA