Publicado em:sábado, 2 de julho de 2016
Postado por Josimar Nunes

Após agressão justiça determina que ex-companheiro não pode se aproximar de Luiza Brunet

A Justição de São Paulo determinou que o empresário Lírio Parisotto não pode se aproximar da atriz e ex-modelo Luiza Brunet. O Ministério Público usou a Lei Maria da Penha para solicitar à Justiça medidas de proteção a Brunet depois que a atriz prestou depoimento a um promotor na última quarta-feira (28) acusando o ex-companheiro de violência doméstica.
Segundo a atriz, a agressão ocorreu na madrugada do dia 21 de maio, no apartamento dele, no Plaza Residence, em Nova York. Logo depois que chegou dos Estados Unidos, Luiza Brunet recebeu atendimento médico em São Paulo. Luiza diz que ele a derrubou no sofá e a imobilizou violentamente até quebrar quatro costelas dela. 
No dia seguinte, ela pegou um voo direto para o Brasil. Logo depois que chegou dos Estados Unidos, Luiza Brunet recebeu atendimento médico em São Paulo. Os exames foram entregues ao Instituto Médico Legal, onde a atriz esteve para fazer corpo de delito. “É doloroso aos 54 anos ter que me expor dessa maneira. Mas eu criei coragem, perdi o medo e a vergonha por causa da situação que nós, mulheres, vivemos no Brasil. É um desrespeito em relação à gente”, afirmou ao colunista Ancelmo Gois.
 DN

Postado por Josimar Nunes on 22:35. Tópicos .

0 comentários for "Após agressão justiça determina que ex-companheiro não pode se aproximar de Luiza Brunet"

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

CONSULTORIA TUPPERWARE

CONSULTORIA TUPPERWARE

Mural de recados

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA