Publicado em:quinta-feira, 14 de abril de 2016
Postado por Josimar Nunes

Queda de ponte deixa comunidades isoladas em Itapipoca

A passagem serve a diversas comunidades, como Maceió, Jacaré, Bom Jesus, Barra do Córrego, com cerca de 150 famílias em cada ( Foto: Marcelino Júnior )
Itapipoca A Ponte do Bode, construída sobre o Riacho Maceió, num trecho da localidade Sítio do Bode, a cerca de 55 quilômetros da sede de Itapipoca, município situado no Norte dos Ceará, teve parte de sua estrutura destruída, na tarde da última segunda-feira (11).
No momento em que uma das ombreiras da ponte desabou, não havia movimento no local, que serve de passagem para diversas comunidades como Maceió, Jacaré, Bom Jesus, Barra do Córrego, com cerca de 150 famílias por localidade. Sem esse acesso, os moradores ficaram praticamente ilhados, tendo que recorrer à única alternativa pela beira-mar com acréscimo de 10 quilômetros, em média, de trajeto.
Travessia
Mateus Irineu utiliza a ponte três vezes por semana, em visita ao pequeno comércio local em busca de adesão a micro crédito. Sem o acesso, o trabalho dele fica impraticável. "Para mim foi uma surpresa encontrar a ponte nesse estado. O jeito é voltar, pois mesmo quem escolhe trafegar pela areia da praia, corre o risco de ficar no meio do caminho. Tem muito trecho com atoleiro. É perigoso até para quem anda de moto, como eu", afirmou o rapaz, dando meia volta e seguindo em busca da CE-168, de volta à sede do município.
Morador do Sítio Forte, o ajudante de pedreiro Leonardo Maciel, também necessita da ponte para ir ao trabalho, em outra localidade, além de levar o filho pequeno à escola todos os dias. Sem outra alternativa, o jeito é se arriscar entre os destroços e contar com ajuda de outras pessoas para fazer a travessia a pé.
"Isso aqui é um absurdo, pois não é a primeira vez que acontece. A sorte, é que não houve, ainda, uma tragédia por aqui, mas se continuar assim, é possível, pois essa ponte é muito frequentada, não só por quem precisa desse acesso mas para banhistas, que frequentam o Riacho nos fins de semana", alertou.
Desabamentos
O outro acidente, ao qual o morador se refere, foi em outubro de 2010, quando a mesma ombreira da Ponte do Bode desabou pela primeira vez, causando o mesmo transtorno a quem trafega pelo local, como lembra Amâncio dos Santos Rocha, morador de uma das comunidades prejudicadas. "Todo o movimento de pessoas e veículos sofreu naquela época. A gente tinha que fazer baldeação, como tem sido feito agora. Acho que vão fazer um desvio sobre o Riacho novamente, até que a ponte seja entregue à população. Agora é saber quando isso vai acontecer", disse, revoltado.
Investimentos
De acordo com o Portal da Transparência, o município, por meio de sua Secretaria de Infraestrutura, pagou à empresa L.N. Engenharia LTDA., à época contratada para a reforma da Ponte do Bode, diversos valores, em meses diferentes, ao longo de 2012. O chamado pagamento orçamentário recebeu, também, outro aditivo financeiro, além do que fora orçado nas obras. Na primeira medição de empenho, datada de 27 de janeiro de 2012, aponta o documento, foram depositados à empresa R$ 53.973. Em fevereiro do mesmo ano, foram repassados R$ 253.944.
Ainda de acordo com o Portal da Transparência, o terceiro pagamento em nome da empresa, datado de maio de 2012, foi de R$ 81.869. Seguido de mais R$ 204.906, em julho daquele ano; R$ 120.178 em dezembro; R$ 105.243 no mesmo mês; mais um aditivo financeiro de R$ 100.000, ainda em dezembro de 2012. Ou seja, a obra passou de uma gestão à outra e continua trazendo problemas, após consumir quase um milhão de reais (R$ 920.109) dos cofres públicos.
Medida emergencial
O secretário de infraestrutura de Itapipoca, Fernando Teixeira, diz que a ponte não sofreu avarias, pois continua com toda a sua extensão, em concreto, intacta. "O houve foi a queda da ponta, fora do concreto, que liga a ponte à estrada. Já acionamos uma empresa com retroescavadeira que fará o serviço de desvio do curso do Riacho, para darmos acesso à população emergencialmente. Tivemos uma última chuva de 118mm, causando a subida do Riacho, que arrastou a areia da praia e trouxe esse estrago. Quanto ao que foi gasto nessa obra, não sou a pessoa indicada a falar, pois sua construção, primeira queda (2010) e reforma, estão relacionadas à gestão anterior", disse.
ENQUETE
O que você acha da situação?
"Acho um absurdo, pois é a segunda vez que esse tipo de acidente acontece, e todas as comunidades que dependem da ponte no seu dia a dia ficam prejudicadas. Queremos saber para onde foi todo o dinheiro gasto aqui".
Francisco dos Santos
Funcionário público
"Acho uma falta de vergonha por parte do poder público. A gente fica sem saber a quem recorrer neste caso. Essa é a segunda vez que esse pedaço da ponte cai, deixando todos nós num grande sufoco"
Francisco Adams Moura
Auxiliar de padeiro
Mais informações:
Secretaria de Infraestrutura de Itapipoca
Telefone: (88) 3631-5950

Postado por Josimar Nunes on 12:55. Tópicos .

0 comentários for "Queda de ponte deixa comunidades isoladas em Itapipoca"

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

Mural de recados

ANUNCIE CONOSCO

ANUNCIE CONOSCO
Farmácia Leve Mais

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA