Publicado em:terça-feira, 29 de dezembro de 2015
Postado por Josimar Nunes

Segundo ex-assessor, Jardel negociou votos com o governo do Rio Grande do Sul

Jardel é acusado de uma série de crimes, como peculato, envolvimento com drogas e ter funcionários fantasmas em seu gabinete ( Reprodução )
A carreira de político do ex-jogador cearense e deputado estadual Mário Jardel está cada vez mais complicada. Nessa segunda-feira (28), foi divulgado um vídeo em que mostra o ex-assessor do deputado estadual do PSD, Walmir Yemi Martins, em depoimento na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, durante a investigação sobre denúncias contra o parlamentar. No vídeo, Martins afirma que teria havido troca de cargos no governo estadual por votos favoráveis a projetos, entre eles a elevação das alíquotas do ICMS.
 
A alta nas alíquotas do ICMS por três anos foi aprovada em sessão do dia 23 de setembro. Jardel deu o voto decisivo para a aprovação do texto. O vídeo partiu de deputados da oposição, que também veicularam a foto de um documento que seria do Ministério Público, relatando a conversa entre o chefe de gabinete de Jardel, Roger Antônio Foresta, e o então assessor Ricardo Fialho Tafas. 
 
Jardel nega a acusação. Durante a sessão extraordinária convocada pelo governador José Ivo Sartori para a votação do pacote da sexta etapa do ajuste fiscal, o parlamentar afirmou que pretende restabelecer a verdade sobre as denúncias, mas reconheceu ter errado no início de seu mandato. "Estou começando agora na política. Estou começando errado, mas posso melhorar", disse.
 
Através da assessoria de imprensa, o Governo do Rio Grande do Sul afirmou que irá tomar conhecimento do assunto para depois de manifestar. 

*Diário do Nordeste

Postado por Josimar Nunes on 13:55. Tópicos .

0 comentários for "Segundo ex-assessor, Jardel negociou votos com o governo do Rio Grande do Sul"

ESPAÇO FEMININO

Total de Acessos

Mural de recados

ANUNCIE CONOSCO

ANUNCIE CONOSCO
Farmácia Leve Mais

Mais acessadas

LEIA A BÍBLIA